Artrite em gatos

Essa moléstia acomete principalmente gatos idosos, porém isso não é uma regra a ser seguida.

por George Augusto — publicado 16 mar 2015 - 18:52

Com certeza, a maioria das pessoas já ouviu falar de artrite, porém muitos não sabem do que se trata realmente. Antes de começarmos a falar sobre a doença, é importante que o tutor de gatos tenha em mente uma peculiaridade que a nomenclatura da doença tem. O sufixo –ite é indicativo de inflamação, desse modo facilita o entendimento do tutor do pet. Como o próprio nome diz, artrite significa inflamação de uma ou mais articulações. Essa moléstia acomete principalmente gatos idosos, porém isso não é uma regra a ser seguida.

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

As causas para o aparecimento de artrite nos felinos são multifatoriais, ou seja, podem ser de várias origens e fatores. No caso de artrite de felinos idosos, normalmente está ligada ao desgaste das articulações. Outros fatores que podem levar a uma inflamação das articulações, são: Traumas sobre as articulações, doenças auto-imunes, quadro de infecção, principalmente por bactérias, obesidade e etc. A causa inicial só é descoberta mediante diagnóstico do médico veterinário.

Os sinais clínicos apresentados por um animal portador de artrite podem ser bem evidentes, fazendo com que seus tutores percebam e encaminhem o felino imediatamente a uma clínica veterinária. A sintomatologia encontrada na artrite é clássica como qualquer outra inflamação. Na grande maioria dos casos, os animais apresentam todas os sinais descritos abaixo:

– A dor é o sintoma mais chamativo do quadro do animal. É visto nitidamente a claudicação (manqueira). No momento em que o tutor toca na articulação com processo inflamatório, e tenta movê-la, o animal tenta morder ou miar alto, demonstrando fortes dores.

– A temperatura no local da articulação aparenta estar elevada. Essa alteração é percebida ao encostar o dorso dos dedos na região.

– O tutor ao afastar os pelos em cima da articulação afetada, pode observar uma área avermelhada. Em casos mais avançados, é visto um inchaço que varia de discreto à bem volumoso. A febre também pode ser encontrada, porém em casos mais avançados.

Algumas doenças podem ter sintomatologias parecidas com as citadas, por isso jamais tome conclusões precipitadas sem a avaliação de um profissional.

O diagnóstico deve ser feito por um médico veterinário. É feito o exame clínico do felino minuciosamente, juntamente com exames específicos, tais como o raio-X e a ultrassonografia.

O tratamento consiste primeiramente em retirar a dor que o animal está sentido e em seguida usar de medicamentos, a fim de reverter o quadro local e sistêmico. É importante o diagnóstico para saber o fator que ocasionou a artrite do gato, para que desse modo o médico veterinário dê seu prognóstico a respeito do quadro do animal.

A prevenção da artrite procura primeiramente manter o animal no seu peso corporal correto. Leve seu gato sempre a uma clínica veterinária para um check-up, lembrando que gatos idosos devem ir de 3 em 3 meses para uma avaliação médica.

 

Por: George Augusto von Schmalz Portella de Macedo

Ocupação: Acadêmico de Medicina Veterinária

Contato: [email protected]

deixe seu comentário: