Como fazer seu gato não estranhar sua caixa de transporte

Deixar a caixa de transporte ao alcance do gato e fazer com que ela faça parte do cotidiano do animal é uma dica para que ele se acostume bem ao item

por Andrezza Oestreicher — publicado 27 mar 2017 - 19:56

Transportar animais em carro, tanto cães como gatos, pode ser uma tarefa bem complicada. Uma simples ida ao veterinário, uma viagem ou até um passeio curto podem se transformar em verdadeiras missões, principalmente quando o animal em questão é um gato.

Os cães são mais facilmente transportados fora de caixas de transporte. Às vezes, apenas prender a coleira do animal ou colocá-lo em uma cadeira de transporte próprio para animais já é o suficiente para levar cães de forma segura dentro do carro.

O ideal é fazer com que o gato se acostume com sua caixa de transporte. (Foto: Reprodução / Petz)

Já para levar gatos não é tão fácil. Por gostarem de pular e ficar em lugares mais altos, o ideal é sempre transportar os felinos dentro de uma caixa de transporte. E a parte mais difícil é justamente fazer eles entrarem em suas caixinhas, principalmente quando eles não estão acostumados ou familiarizados a ela.

Você já reparou que os gatos adoram se esfregar em móveis, locais e até pessoas? Durante essa esfregação os felinos transferem um cheiro natural que serve para o reconhecimento do local. Esse cheiro faz o animal se sentir mais seguro e confortável naquele lugar.

Sendo assim, a melhor forma de fazer o seu gato se sentir à vontade com sua caixa de transporte é deixá-la sempre ao alcance do animal, fazendo parte do seu cotidiano, podendo ser utilizada como uma segunda opção de caminha, para que ele se acostume com ela e passe seu cheiro também para esse ambiente. Dessa forma, o felino irá se acostumar com sua caixa transportadora e já sentirá o seu cheiro sempre que precisar ser levado dentro dela. Dar petiscos para o animal sempre que ele ficar na caixinha também pode ser um bom incentivo.

Uma dica é deixar a caixa de transporte sempre ao alcance do animal, para que ele entre sempre que quiser e passe seu cheiro para ela. (Foto: Reprodução / Petz)

Para que o animal se sinta confortável, é preciso ter atenção ao tamanho da caixa, que deve ter espaço suficiente para o animal se movimentar lá dentro, sem ficar apertado.

No caso de viagens mais longas, converse com o médico veterinário do animal para saber como proceder em relação à comida e água e até a possibilidade de dar algum remédio para enjoo para o seu gato.

deixe seu comentário: