Em Singapura, homem é condenado por jogar uma gata da janela do 10º andar

O homem foi condenado a quatro meses e meio de prisão pela violência comentida há um ano com a gata que foi recolhida da rua

por Andrezza Oestreicher — publicado 30 mar 2017 - 21:01

Quase um ano depois de ter atirado uma gata pela janela de seu apartamento, que fica no décimo andar, Fajar Ashraf bin Fajar Ali foi condenado por um tribunal de Singapura a quatro meses e meio de prisão.

De acordo com informações, Fajar Ashraf bin Fajar Ali, de 25 anos, encontrou o animal perto de onde mora, lhe ofereceu comida e levou a gata para casa.

Segundo o tribunal, o homem ficou com a gata em casa por alguns meses e até postou fotos dela em sua página no Facebook antes de cometer o crime.

Além de ser jogada pela janela, a gata ainda foi espancada pelo homem. (Foto: Reprodução / Sábado.pt / Facebook)

Durante investigação foi apurado ainda que a gata não morreu em decorrência da queda do décimo andar. O crime, que aconteceu no dia 26 de maio de 2016, foi ainda pior, pois, após arremessar a gata pela janela e perceber que, apesar dos machucados e fraturas, ela ainda estava viva, o homem espancou o animal até que ele estivesse realmente morto.

Perante o juiz, Amarjit Singh Sidhu, advogado de defesa de Fajar Ashraf bin Fajar Ali, disse que seu cliente “tinha plena consciência da natureza e das consequências do seu ato” e que estava se sentindo “envergonhado por ter provocado este problema à sua família”.

Fajar Ashraf bin Fajar Ali foi condenado por crueldade contra os animais.

Fonte: Sábado.pt

deixe seu comentário: