Fotógrafa captura a beleza de gatos cegos abandonados para incentivar a adoção

Esses felinos enfrentaram muitas dificuldades na vida e merecem uma segunda chance de serem felizes.

por Karina Sakita — publicado 18 out 2016 - 9:52

Muitos gatos passaram pela dor do abandono e outros nunca souberam o que é morar em um lar cheio de amor. Sabendo disso, a fotógrafa Casey Elise usa suas imagens para ajudar gatos a serem adotados.

As chances de adoção de gatos com deficiência são menores, então ela criou uma série fotográfica de gatos cegos abandonados.

Para realizar esse trabalho voluntário, Casey entrou em contato com a ONG Milo’s Sanctuary & Special Needs Cat Rescue.

A fotógrafa teve essa ideia porque notou um número crescente de gatos e filhotes cegos nos abrigos de animais nos últimos meses.

Veja as imagens feitas por Casey e a história de cada felino:

 

Cooper foi encontrado, quando ainda era um pequeno filhote, perambulando cego, assustado e faminto. (Foto: Casey Elise)

Cooper foi encontrado, quando ainda era um pequeno filhote, perambulando cego, assustado e faminto. (Foto: Casey Elise)

 

Pixie Pawspouncer foi largada na rua cega e grávida. Milo's Sanctuary a resgatou junto de seus filhotes. (Foto: Casey Elise)

Pixie Pawspouncer foi largada na rua cega e grávida. Milo’s Sanctuary a resgatou junto de seus filhotes. (Foto: Casey Elise)

Sir Thomas Trueheart sofreu as consequências de ter ácido jogado em sua face. Ele está se recuperando bem. (Foto: Casey Elise)

Sir Thomas Trueheart sofreu as consequências de ter ácido jogado em sua face. Ele está se recuperando bem. (Foto: Casey Elise)

 

Daise vivia com um acumulador, que tinha 200 gatos e 100 cachorros.  (Foto: Casey Elise)

Daisy vivia com um acumulador, que tinha 200 gatos e 100 cachorros. (Foto: Casey Elise)

 

Phoenix Flamepaws foi resgatada das ruas de Los Angeles cega e doente. (Foto: Casey Elise)

Phoenix Flamepaws foi resgatada das ruas de Los Angeles cega e doente. (Foto: Casey Elise)

 

Depois da morte de seu tutor, Regis foi parar em um abrigo que realiza a eutanásia. Felizmente, ele foi resgatado antes que o pior acontecesse. Regis perdeu os olhos por causa do glaucoma. (Foto: Casey Elise)

Depois da morte de seu tutor, Regis foi parar em um abrigo que realiza a eutanásia. Felizmente, ele foi resgatado antes que o pior acontecesse. Regis perdeu os olhos por causa do glaucoma. (Foto: Casey Elise)

 

Oliver estava prestes a ser sacrificado quando foi resgatado.  (Foto: Casey Elise)

Oliver estava prestes a ser sacrificado quando foi resgatado. (Foto: Casey Elise)

 

Charlie foi resgatada quando ainda era filhote de um abrigo que realiza a eutanásia. (Foto: Casey Elise)

Charlie foi resgatada quando ainda era filhote de um abrigo que realiza a eutanásia. (Foto: Casey Elise)

 

Beatrice Bumblekit veio de Cairo, no Egito. (Foto: Casey Elise)

Beatrice Bumblekit veio de Cairo, no Egito. (Foto: Casey Elise)

 

Thistle Morningsong também foi resgatada pouco tempo antes de ser sacrificada. (Foto: Casey Elise)

Thistle Morningsong também foi resgatada pouco tempo antes de ser sacrificada. (Foto: Casey Elise)

 

Casey Elise também tem um projeto de gatos pretos, que sofrem com o preconceito. Para saber mais, clique aqui.

deixe seu comentário: