Gato que levou um tiro e perdeu movimentos encontra apoio em novo melhor amigo

O animal, que continua com a bala alojada em seu corpo, recebeu todo o tratamento necessário, voltou a andar e hoje já consegue correr

por Andrezza Oestreicher — publicado 12 jan 2017 - 16:00

Roger, um lindo gatinho de olhos azuis e pelo longo acinzentado, foi encontrado em Naples, na Flórida, em uma situação terrível. Ele estava paralisado, não tinha movimentação nas patas traseiras e nem controle de suas funções corporais e tinha uma bala alojada em sua coluna vertebral.

Quem olhava para o gato imaginava que ele já tinha usado de suas nove vidas e não iria mais resistir, então o melhor para ele seria a eutanásia. Porém, a veterinária Karen Brown, do Collier Domestic Animal Services, decidiu ajudar Roger e ver se ele tinha chances de recuperação.

O gatinho tinha levado um tiro na coluna e perdido seus movimentos nas patas traseiras. (Foto: Reprodução / Naples Cat Alliance)

Então ela começou um tratamento médico no gato em que ele recebia constantes injeções de um esteróide chamado prednisona, o que provavelmente salvou a vida do gatinho.

As injeções foram devolvendo gradativamente os movimentos das pernas traseiras do gato, porém seu rabo precisou ser amputado. A bala não foi retirada, ela permaneceu em sua coluna. O animal visitou vários veterinários, cirurgiões e especialistas que indicaram que o melhor para ele seria não mexer na bala.

Apesar de o animal estar muito ruim, uma pessoa especial não desistiu dele e lhe deu o tratamento necessário. (Foto: Reprodução / Naples Cat Alliance)

Com a melhora significativa do animal ele acabou se mudando para o abrigo chamado Naples Cat Alliance, onde encontrou um amigo especial que o está ajudando a melhorar cada vez mais.

O amigo se trata de Bitsy, cão de estimação da família responsável pelo abrigo em que Roger está agora. O cachorro ama gatos, mais do que a outros cães, e é um ótimo babá de felinos.

Quando estava melhorando, o gato conheceu o cachorro Bitsy, que lhe deu a amizade que ele precisava. (Foto: Reprodução / Naples Cat Alliance)

Além de amigo, Bitsy é também um apoio para Roger, que segue melhorando cada vez mais e agora passa seus dias recebendo muito amor e carinho, principalmente de seu novo amigo.

Hoje, Roger recebe os melhores tratamentos e, apesar de ainda não ter controle sobre sua bexiga ou intestino, ele consegue andar e já é capaz até de correr. O gatinho vem recebendo ajuda financeira de um doador anônimo que se responsabilizou por todos os gastos do animal.

O cão ajudou o gatinho a ficar ainda melhor e eles se tornaram melhores amigos. (Foto: Reprodução / Naples Cat Alliance)

Agora, só falta uma coisa para Roger, uma família que queira adotá-lo e cuidar dele com muito amor para sempre.

 

Fonte: The Dodo

deixe seu comentário: